Quando o amor próprio dá adeus num motel de beira de estrada…

empresario-flagra-mulher-com-outro-874331

 

Durante esse fim de semana, um vídeo onde uma mulher era pega no flagra em um motel de Curitiba pelo suposto marido correu mais rápido que rastilho de pólvora passando de celular em celular via whatsapp e outras redes sociais. Verifiquei pessoas achando o vídeo “sensacional”, pessoas que apoiaram a atitude do marido de expor seu drama pessoal e a suposta traição da esposa na internet e até mesmo pessoas que apoiavam a atitude da esposa dizendo que o marido mereceu o chifre.

Até onde pude apurar o suposto marido que dizem ser empresário na cidade, após seguir sua esposa, invadiu um motel situado na rodovia BR 277 nas imediações de Curitiba e pegou sua digníssima no flagra em pleno ato sexual. Indignado com a situação, o mesmo fez um vídeo e divulgou na internet. No vídeo uma mulher aparece nua em um suposto quarto de motel, aparentemente ébria ela mal consegue reagir aos insultos do marido, e quando tenta recebe alguns safanões.

“No motel, com outro, pelada. Em um motel de quinta categoria que custa R$ 30 a pernoite. O que eu fui fazer da minha vida? Com dois filhos. Uma pessoa que eu dediquei minha vida inteira, dez anos da minha vida. Pega meu dinheiro pra ir para o motel com outro cara?” Assim dizia o suposto marido traído enquanto filmava a esposa traidora em situação constrangedora.

Esse vídeo foi disponibilizado na rede via whatsapp pelo suposto marido traído que ainda divulgou fotos em seu perfil no facebook e também no perfil da esposa acompanhado da seguinte frase:

“Acabei de pegar minha mulher no motel com outro cara! Mulher que dediquei 10 anos da minha vida. Meus amigos sabem tudo o que podia e não podia”

Antes de seguir com minha reflexão, é preciso dizer também que, de acordo com internautas que afirmam conhecer o casal, ambos já estavam separados e o marido teria armado esse flagra com intenção de difamar a esposa obtendo assim vantagem em uma suposta ação pela guarda dos filhos.

Vídeos e fotos ainda estão disponíveis na internet, assim como a identidade dos envolvidos. Identidades essas que prefiro não divulgar para evitar expor ainda mais os envolvidos. Resolvi abordar esse tema, não pelo escândalo que o envolveu, mas sim, pela situação dramática dessa família que acabou se transformando num show para os internautas.

Levando em consideração que o vídeo seja de fato um flagrante real e não um flagra premeditado como algumas pessoas suspeitam, fui obrigado a refletir sobre algumas coisas.

Estaríamos nós diante de um verdadeiro drama familiar, de uma família da classe média alta curitibana. Não consigo enxergar graça ao ver um casamento de 10 anos que produziu dois filhos indo por água abaixo num motel de beira de estrada. É difícil até imaginar o que sentiria na posição de traído numa situação dessas. Anos de dedicação se transformando em nada com um simples “arrombar” de porta, e aquela pessoa que você tanto amava vira algo que para você é indescritível, asco, nojo, ódio. Um mix das mais terríveis sensações toma conta de você naquele momento e graças aos valores familiares que você ainda mantém a vontade de matar e a sede de sangue são rapidamente descartados de sua mente. Raras são as situações como essa que acabam em vídeos divulgados em redes sociais. A grande maioria desses casos acaba mesmo nas seções policiais dos jornais e telejornais. Mesmo sem um fim trágico para saciar o desejo dos apresentadores de programas policiais sensacionalistas, esse caso reforça ainda mais a certeza de uma tragédia eminente. A morte dos valores familiares, dos valores morais e até mesmo do amor próprio parecem certos cada vez que um desses casos vem à tona, já que certamente é preciso ter 0,0% de amor próprio para ter coragem de divulgar um vídeo que te possibilita concorrer (e provavelmente sagrar-se ganhador) ao prêmio de corno 2.0 do ano no youpix.

Casamento e filhos nunca foram certificados de garantia de amor eterno, mas sempre foram motivos para contar até 10 antes de cometer uma cagada. Ultimamente não estão servindo nem mesmo para isso. As pessoas se casam e se separam com tanta rapidez que casamento, noivado e namoro se confundem com um simples “ficar”. Seria fácil criticar e colocar toda a culpa na mulher traidora apenas assistindo a esse vídeo, mas não é bem assim que a coisa funciona. Casamento, acima de tudo é aprendizado, é aprender a superar os defeitos e realçar as qualidades do companheiro (a), e é uma obra que se constrói diariamente e apenas em conjunto. Ninguém constrói ou destrói um casamento sozinho, se a mulher teve culpa, o marido, de alguma forma, em algum momento, também teve sua parcela de culpa.

O drama familiar vivido por essa família de Curitiba e divulgado através de um vídeo, não deveria servir somente para saciar os sedentos por desgraças alheias, nem mesmo para agradar os que procuram apenas uma “mulher gostosa pelada” vagando pela net. Esse vídeo deveria servir para que as pessoas percebessem o pouco caso que estão dando para valores familiares, e o pouco caso que estão dando para a palavra “amor”.

Se fosse divagar sobre as diferenças entre amor e os outros sentimentos, que hoje são facilmente confundidos, levaria horas aqui. Por isso, resolvi fazer uso de um trecho de uma musica de Roberto Carlos (breguísses à parte, o cara sabe falar de amor) que descreve bem o amor. Ame mais, não só os outros, mas preferencialmente você mesmo, pois só quando aprender o que é amor próprio você poderá dar amor a alguém.

 

O amor é energia, é luz
Que ilumina a alma
É a força de dois corações
Que traz a paz e acalma

Diferente da paixão
O amor é um sentimento
Está acima da razão
E do passar do tempo

(Trecho da música “o Amor é Mais” de Roberto Carlos)

 

Agora, desliga esse computador e vá lá dar um abraço em quem você ama!Mostre pra sua família o valor que ela tem para você…

Concorda com esse texto? Discorda? Deixe seu comentário ;-)

Atendendo a pedidos: Novos links Hollywood Way

Hollywood Rock 1996

 

Devido à grande demanda de downloads (que fizeram o link original cair) e aos pedidos dos leitores segue abaixo novos links para download da coletânea de musicas da campanha Hollywood Way:

Hollywood Way 01 (arquivo compactado .rar com 89,2mb)

Hollywood Way 02 (arquivo compactado .rar com 77,2mb)

Hollywood Way 03 (arquivo compactado .rar com 90,5mb)

Hollywood Way 04 (arquivo compactado .rar com 86,3mb)

 

Leia o post original e entenda o que foi a campanha Hollywood Way clicando aqui.

 

Felizes para Sempre?

Chapéuzinho e o Lobo

Chapéuzinho e o Lobo

 

Estava eu essa semana, baixando alguns desenhos animados para fazer uma coletânea em DVD só com contos de fadas para meu filho de quatro anos quando me ocorreu um pensamento interessante, mas mais interessante que o pensamento em si foi o fato de eu perceber que mesmo conhecendo esses contos de fadas de cór e salteado, esse pensamento nunca havia me ocorrido antes.

Já perceberam que a maioria dos contos de fadas clássicos termina com um “e eles viveram felizes para sempre”?

De uma forma mais abrangente, comecei a lembrar do final de algumas das mais famosas telenovelas e constatei que no geral, quase todas mostram em seus capítulos finais alguns (ou vários) casamentos de personagens, sempre propagando a máxima do “felizes para sempre”.

Certa vez, li em uma entrevista de Miguel Falabella as seguintes frases: “Nunca e sempre são duas palavras que só deviam existir nos contos de fadas. São palavras que fazem parte de promessas geralmente impossíveis de serem cumpridas. Mas como é bom ouvi-las, não é mesmo? Graças a elas não sentimos tanto medo e insegurança quando o futuro parece tão incerto…

O que ocorre é que o “para sempre” é uma medida que não se mede, extremamente influenciável e totalmente imprevisível. Bom seria se o casamento marcasse a divisão entre uma era de atribulações e a felicidade eterna né?

A grande verdade é que o máximo que o casamento pode fazer na sua vida é te tirar da seção “contos de fadas” na livraria e te enviar pra seção “ficção, aventura e drama”. Nessa nova seção a princesa de transforma na Bruxa do Mar logo na primeira D.R, o príncipe encantado se transforma num sapo quando acaba o efeito da poção mágica e a princesa acaba se envolvendo com a Fada dos Dentes que sabe usar como ninguém sua “varinha mágica”.

Cheguei à conclusão que contos de fadas levam garotas e garotos ao desapontamento, decidi que mais importante que o “felizes para sempre” é o “felizes neste exato momento”. Cancelei o download dos contos de fadas para o DVD do meu filho, iniciei o download de algo mais próximo da realidade, quem sabe o Shrek…